Crônico: Mais um domingo

17:01


E tem dias como esse em que tudo é sentido com maior intensidade. Dias assim que as dores da saudade aumentam tão brutalmente que fica impossível não pensar naqueles olhos castanhos tão cheios de opinião ou no jeito manso que sussurrava meu apelido, que era tão somente seu, quando queria um cafuné.
Dias em que as lembranças saltam em um turbilhão frenético, arrastando para longe todo e qualquer controle que eu tinha para afastar você de mim. Isso me prova o quão vulnerável eu ainda estou depois de quase 4 anos e me faz questionar por mais quanto tempo isso ainda me afetará. Por mais quantos anos as memórias boas de você continuarão me perseguindo e sobrepondo-se ao fato de que você me deixou?
Sinto que esse foi um daqueles amores, sabe? Que só acontecem uma vez na vida e eu tive o infeliz azar de não ser correspondida. Me pergunto se pelo menos sobrou um pouco de paixão para algum outro cara, pode ser 1/12 do que eu sinto por você.
Eu só não quero ficar sozinha mais e me sentir como nesses dias.

You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images