Blogagem Coletiva: Carta para meu "eu" no futuro

20:19

Para: Lígia de 30 anos
De: Lígia de 20 anos


Como estamos? Pergunta estranha para se fazer em uma carta certo? Mas somos movidos por perguntas, as coisas só são criadas depois que alguém faz um questionamento e ai milhares de outras pessoas se movem para que essa pergunta seja respondida, nada pode ficar sem resposta no mundo humano, o que é um pouco irritante. Mas eu não fugirei desse padrão nessa carta, farei montes de perguntas irritantes com o propósito de orientação, sim te guiarei por um mundo em que eu gostaria de estar vivendo aos 30 anos (não se sinta ofendida Lígia, mas eu sei como somos facilmente distraídas, por isso SIGA AS PERGUNTAS!)
Nós já montamos a casa dos sonhos e a preenchemos com os amores da nossa vida; as nossas 4 crianças e aquele marido, que não chega a ser perfeito, mas que nos ama e compreende todas as nossas neuras? Já estamos na estrada da realização profissional, fazendo que mais gostamos e arriscando as possibilidades sem (quase) nenhum medo de ser perigosamente feliz?
Como estão nossos amigos? Aposto que a Giu já está no sexto filho! E a Emy, foi pega pelas garras do amor profundo? A Marina ainda mantém a alma aventureira? Espero que elas estejam plenamente felizes na forma que escolheram viver e que nossa amizade ainda seja inabalável, afinal quem mais nos aturaria se não elas?
E as nossas rotas de viagem? Agora na lista só sobraram as viagens de família, certo? Porque depois de todas as aventuras que vivemos ao longo desses 10 anos rola um cansaço físico. Por sinal, o que você anda comendo dona Lígia? Espero chegar ai e encontrar esse mesmo corpo que está aqui, não se descuide com a tentação das prateleiras do supermercado, é tudo uma jogada de marketing! Lembre-se que nossa mãe quer que a gente coma rúcula e muito brócolis.
Tenho certeza de que não foram anos fáceis esses que você passou e que a vontade de desistir dos nossos sonhos tão antigos foi bem desafiadora, principalmente durante aquelas noites de ansiedade que só domingos como esse podem nos proporcionar. Eu sei que bateu um desespero ao ver o quão fácil parecia para algumas pessoas chegarem onde queriam e os nossos questionamentos se somos realmente capazes de sair da estaca zero e botar a cara no sol.
Não sei o que uma garota de 20 anos poderia dizer à uma mulher que a faria suportar e entender tudo pelo que ela passa, mas seja persistente, lembre-se sempre daquela garotinha de 11 anos que ficava atrás das coleguinhas tentando se enturmar e que mesmo com todos os motivos para se afastar ela continuou lá, use essa persistência de forma relevante. É clichê, mas não desista dos NOSSOS objetivos, não nos decepcione.
More than anything I want to see you, girl take a glourious bite out of the whole world! 

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva do Rotaroots.

You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images